31 de dez de 2014

Resenha: Felizes para sempre, de Nora Roberts. (Quarteto de Noivas #4)

Sinopse: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira seu mundo de cabeça para baixo. Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação. Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?

Como posso descrever a satisfação de terminar uma série que eu gostei tanto de ler e esperei cada livro ser lançado com tanta expectativa e tal sentimento ter valido a pensa ao terminar um? Foi exatamente isso que pensei quando fechei Felizes para sempre. 

Antes da resenha começar, posso comentar como sou apaixonada pelas capas da série na versão americana?




[A resenha abaixo pode conter spoilers!]

15 de dez de 2014

Projeto Releitura #1: Trilogia dos Sonhos, Nora Roberts.

Esse é o primeiro post de uma das minhas metas para o verão! E eu escolhi essa trilogia da Nora Roberts, pois ela foi a primeira que eu li da autora e sem dúvida alguma é uma das minha favoritas!

Infelizmente, a Trilogia dos Sonhos é antiga e edição mais recente foi publicada pela Bertrand Brasil em 1999 e eu particularmente acho as capas bem feias.



  • Livro 01 - Um Sonho de Amor
De longe, esse é o meu livro favorito. Ele conta a história de Margo Sullivan, filha da governanta dos Templetons - uma família dona de uma famosa rede de hotel que recebe o mesmo nome - mas foi criada como filha deles ao lado de Kate e Laura e as três se tornam melhores amigas. Margo não queria ser só a filha da empregada e decide sair de casa aos 18 anos no dia do casamento de Laura, que tem a mesma idade, para Hollywood e se tornar modelo.
Mas ela volta para Monterey, a cidade que crescera, depois de um escândalo envolvendo seu agente, com a sua reputação de top model internacional acabada e tendo apenas o orgulho.
E enquanto Margo tenta sair do buraco que foi metida, um romance com Josh Templeton, irmã de Laura, começa a acontecer e a vida de Laura sofre uma reviravolta.


  • Livro 02 - Um Sonho de Vida
O segundo livro da trilogia narra a história de Kate Powell, parente dos Templetons que ficou órfã na infância e criada pela família como uma filha.
Kate seguiu um caminho bem diferente das duas melhores amigas, foi para a faculdade e se tornou uma contadora. Entretanto, quando esperava uma grande mudança em sua vida profissional, ela descobriu a verdade sobre seu pai, que também foi contador, e também é acusada erradamente de roubo. E é aí que Byron De Witt, o gerente do Templeton Resort de Monterey, aparece, virando a sua vida de cabeça para baixo.
Tão intenso quanto o primeiro livro da trilogia, Um Sonho de Vida é uma leitura que flui rapidamente e nos deixa tão submersa no mundo dos personagens que é como se vivêssemos com eles.


  • Livro 03 - Um Sonho de Esperança
Em Um Sonho de Amor vimos Laura Templeton se casar e o que motivou o divórcio dela, já em Um Sonho de Vida podemos perceber como a Templeton está lidando com a sua nova situação e mudando totalmente sua rotina para que quando chegássemos em Um Sonho de Esperança podemos descobrir todas as aflições que passa na cabeça de Laura e seus sentimentos a respeito de tudo também, principalmente depois da chegada de Michael Fury na sua residência para passar uma temporada.
Laura e Michael são os opostos e é isso o mais envolvente na história dos dois! Eu queria poder falar mais, mas eu não quero estragar nada caso alguem decida ler a história.
Esse livro não é chato como muitos terceiros livros de trilogias, a intensidade presente nos dois primeiros continua presente nele!
Obs: Ao longo da história, a lenda de Seraphina é abordada e as três mulheres buscam o dote da jovem espanhola. Uma moeda do dote aparece para Kate e Margo em um momento decisivo da vida delas. Mas por que Laura não encontra uma moeda? Essa pergunta é respondida em um momento do livro incrível!


Eu li essa trilogia no meu LEV, em breve farei uma resenha sobre ele!

2 de dez de 2014

5 metas para o verão!

O verão está batendo na porta e com ele muitas metas foram estabelecidas, principalmente depois de um ano como foi o meu: somente de estudos. Deixei de fazer tantas coisas que agora eu necessito focar em mim (e nas minhas leituras)!

OK, OK, eu sei que o verão só começa em dezembro, mas para mim, ele vai começar oficialmente depois do meu último vestibular (6 de dezembro, eu te espero fielmente)!

1. Projeto releitura!
Ao longo do ano eu abandonei tantos livros em prol de outros que eu percebi que tenho que parar de enrolação e ler eles! E ainda quero reler alguns dos meus favoritos que não são tão conhecidos para os leitores em geral e resenha-los aqui no blog

  • Morte Súbita, de JK Rowling. (Já comecei três vezes e não prendeu minha atenção!)
  • Setembro de 63, de Stephen King. (Pedi tanto para ganhar ele, mas quando ganho, enrolo tanto para lê-lo, pois ele é muito pesado para ser carregado!)
  • Um Dia
  • Teorema de Katherine, de John Green. (Me alertaram que eu nao ia abandonar, mas a minha teimosia foi maior e eu comprei, agora terei que le-lo)
  • A Descoberta das Bruxas, de Deborah Harkness (em uma das minhas postagens, comentei sobre um dos meu livros favorito , e sinto que ele precisa de uma resenha aqui no blog)
  • 19 minutos, de (Fico surpresa por esse livro não ser tão conhecida, pois ele é tão reflexivo e tocante)
  • O Oficial de Casamento, de Anthony Cappella. (Inicialmente, ele não ia entrar no projeto, mas quando vi que a sua página no skoob quase não tinha ninguém, meu amor por essa história falou mais alto!)
  • Trilogias da Nora Roberts.
2. Fechando a boca!
 Quando o 3º ano começou eu pensei: no verão vou aprender a cozinhar! Mas agora, perto do fim, percebi que ganhei alguns quilos a mais e eles necessitam sair desse corpo que não eles pertencem!

Essa meta é a que mais avançou, pois já entrei na academia (exercício é essencial nessa fase do ano para caber numa roupa aceitável nas festas de fim de ano e chegar no Carnaval com o corpo ideal) e a nutricionista está marcada!

Chocolates, bye bye! Hello, alface! eca


3. Maratona de séries!
Meu amor por séries é tão grande que não consigo abandona-las! E a minha meta dessas férias é maratonar todas as séries que abandonei ao longo ano *cof cof Doctor Who cof cof*  e algumas outras que estão finalizadas e ainda não assisti.

  • Doctor Who. (Não consigo gostar da companion atual e meu amor por Matt me impediu de aceitar o Peter até dois meses atras, mas então veio o enem...)
  • One Tree Hill (Estou quase na metade dela <3)
  • Bewitched (ou popularmente conhecida como A Feiticeira e também planejo traduzir as legendas dela)
  • Privatice Practice (só falta essa série para eu abrir a boca e falar que assisti todas da Shonda)

4. Summer Tag!
Pensando em vocês, estarei com a Summer Tag porque férias também significa ficar dentro de casa por causa do calor lá fora e é nesse momento que entra as maravilhas da televisão!

Vai ser uma coletanea de posts a respeito de dicas de séries, filmes e muito mais! Aguardem!

5. DIVERSÃO!
Depois de passar quase o ano todo dentro de casa estudando para vestibular, está na hora de eu sair de casa e viver! E claro, ler livros para sempre ter o blog atualizado!

22 de nov de 2014

Resenha: As Sete Irmãs, de Lucinda Riley.

Título: As Sete Irmãs
Autor: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Meus dedos tocaram a selenita em meu colar. Tudo o que podia imaginar era que ele foi mandando comigo, como uma espécie de recordação, talvez por minha mãe, quando Pa Salt me adotou. Ele dissera, quando me deu o presente, que havia uma história interessante pode trás daquela joia... Ele esperava que eu perguntasse. E eu desejava com todo o coração, naquele momento, ter perguntado. Agora que Maia e suas irmãs perderam o pai, cada uma delas tem em suas mãos a decisão de buscar ou não a verdade sobre sua família biológica. Maia não resiste ao chamado do passado e é atraída até o Rio de Janeiro, onde, auxiliada pelo escritor Floriano, irá mergulhar em uma história quase centenária. Nos anos 20, uma paixão devastadora entre uma aristocrata brasileira e um escultor francês é sufocada pelas convenções sociais. Uma pequena placa de pedra-sabão eternizou o amor de Izabela e Laurent, selando o destino de Maia. A escritora best-seller Lucinda Riley mergulhou na cultura e na história do nosso país para conhecer de perto os mitos e verdades sobre a construção de um dos mais emblemáticos monumentos à nossa fé: o Cristo Redentor. O resultado dessa experiência é uma trama surpreendente e sensual, recheada de elementos exóticos. A partir do momento em que, junto com Maia, aterrissamos no Rio de Janeiro, não vamos nos separar dela enquanto não decifrarmos os segredos de seu passado. E esse é apenas o começo da viagem.

As Sete Irmãs é o primeiro livro de uma série, que terá o mesmo nome, da escritora Lucinda Riley, que tem diversos livros publicados nas gringas, mas que só chegou ao Brasil há alguns anos. Conhecida por seus best sellers de chick lit, Riley quebra todas as expectativas com As Sete Irmãs.

12 de nov de 2014

The Book Sick Tag!


Definitivamente, não tinha tradução alguma que para o título desse tag que não fizesse lembrar de lenços, remédios e dores no corpo.
Quando estou doente, não importa qual seja essa doença, vejo essa a oportunidade perfeita para colocar as minhas leituras em dia!
The Book Sick Tag foi criada pela vlogger sarawithnh e você tem que dizer uma lista de 10 livros ou série que se encaixa na descrição das respectivas doenças.

1. Diabetes: um livro doce, realmente doce.

Bem Casados, de Nora Roberts. Quando vi livro doce eu comecei a pensar em algum romance que envolvesse uma confeiteira e aqui está! Pelas descrições dos bolos que Laurel cria, me dá vontade de fazer uma festa só para ter um bolo assim. E o romance entre ela e Del é tão fofo!
Eu amo ler as obras da Nora e estou adorando acompanhar Quarteto de Noivas, que, por sinal, o último livro - Felizes para Sempre- estreiou agora em Novembro!
E ah, lembra que já resenhei esse livro?


2. Catapora: um livro que você leu uma vez para nunca mais.

Antônia e Suas Filhas, de Marlena de Basi. Tenho que falar, meus impulsos literários já me colocaram em cada cilada, incluindo esses livro. Comprei porque se passava na Itália. Somente por causa disso. Essa minha decisão me fez gastar meses em um livro que não via a hora de terminar para começar outra leitura e eu realmente comemorei quando terminar o livro.

Espero nunca mais seguir minha intuição de amante de algum lugar ou de alguma época e me submeter a tal situação.


3. Gripe: um livro contagioso que se espalhou como um vírus.

Nos últimos meses foi A Culpa é das Estrelas, de John Green. Lembro de quando chegou na biblioteca da minha antiga escola a lista de espera para a cópia dele era enorme e todo o tumblr era Okay?Okay. ou É uma metáfora (coloque aqui a imagem de um cigarro).
Acho que esse livro se tornou mais febre que Crepusculo, pois a literatura com seres sobrenaturais não agrada muitas pessoas e também não houve a clássica briga de fãs.
E a epidemia voltou depois do lançamento do filme.




4. Período menstrual: um livro que você lê frequentemente.
Pode ser uma trilogia? Porque eu sou completamente viciada em ler Trilogia do Sonho, de Nora Roberts. Sendo o primeiro livro, Sonho de Amor, o meu favorito porque simplesmente amo o casal formado nele! Tenho que confessar que uma parte de mim leu os outros dois livros em busca de informações dos dois.

Em 2 anos, aluguei na biblioteca da minha antiga escola umas 5 vezes todos os três e tenho eles em PDF porque ainda não encontrei para comprar! (Bem que a Bertrand poderia relança-los aqui no Brasil porque eu acho essa capa tão feinha)



5. Insônia: um livro que te deixou acordado a noite toda.

Amanhecer, de Stephenie Meyer. Tenho que falar que eu era muito fã da Saga Twilight, tão fã que comprei o último livro na pré venda, fui pegar logo no dia que lançou e comecei a ler 7 horas da noite, dormi por umas 4 horas, e terminei 11 horas da manhã no dia seguinte. E eu não me arrependo dessa noite mal dormida, pois gostei bastante como Meyer escreveu o fim da saga.

(Só nunca entendi porque dividiram o filme, achei o ultimo muito sem sal.)



6. Amnesia: um livro que falhou em deixar uma impressão na sua memória.

Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan. Adoro o Rick, mas quando abordaram alguns fatos da primeira série em Heróis do Olimpio, fiquei "Espera, em qual livro isso acontece?" Então cheguei a conclusão que não lembro de detalhe algum de PJO e terei que reler a séries antes de começar A Casa de Hades.

Mesmo recordando de pouca coisa, acho essa uma série muito boa e é uma pena teve sua adaptação para o cinema foi de baixa qualidade, especialmente o Mar de Monstros.



7. Asma: um livro que te deixou sem fôlego.
A Última Música, de Nicholas Sparks. Um dos primeiros livros do autor que li e simplesmente sou apaixonada pela história, acho a Verônica uma das melhores personagens do Nicholas, pois demonstra mais como é uma garota de verdade, especialmente em uma idade tão complicada como é a da Verônica. E  ainda estou a procura de palavras para descrever Will.

A minha cópia do livro está já muito danificada, pois foram muito empréstimos e lágrimas derramadas em cima dele, mas não me desfaço nem substituto ele de jeito nenhum!



8. Desnutrição: um livro que não alimentou o cérebro.


Beijada por um Anjo, de Elizabeth Chandler. Li somente o primeiro da série e a utopia (posso classifica-lo assim?) não me agradou de modo algum tanto que nem lembro direito do que a história se trata. E pelo o que já vi pela Internet e conversando com pessoas que também leram, tiveram a mesma opinião que a minha, o que me deixa menos mal por não ter detesta-lo ao ponto de não indicar a série para ninguém.
Observação: quantos livros essa série tem? Já vi capas com tantas cores que já perdi a contagem.



9. Doença de viagem: um livro que te levou em jornada no tempo, no espaço ou em um local especifico no mapa.

O Oficial dos Casamentos, de Anthony Cappela. Eu me imaginei como seria a vida na Itália em plena Segunda Guerra e como  seria viver naquela época. Ah, como eu amo a Itália e como amo romances históricos.

Definitivamente eu necessito reler esse livro para resenhar aqui, pois ninguém conhece esse livro (dá para perceber na página dele do skoob) e ele merece ser conhecido e lido por 




obs: Estou ausente do blog, pois os estudos para os vestibulares (aka ENEM) foi intensificado nas últimas semanas. Infelizmente, as postagens voltarão aos poucos, pois ainda tenho outro vestibular no final desse mês.

28 de out de 2014

Resenha: Reconstruindo Amelia - Kimberly McCreight

Sinopse: Você conhece a pessoa que mais ama no mundo?
Kate Baron achava que sim até receber a devastadora notícia de que Amelia, sua filha de 15 anos, cometeu suicídio pulando do telhado do colégio particular onde estudava. Poucos dias depois, entretanto, uma mensagem anônima em seu celular revela que a morte de sua filha talvez não tenha sido da maneira que as autoridades alegaram.
Amelia pode ter sido assassinada? Como advogada, Kate está determinada a descobrir a verdade e, para isso, mergulha no passado da filha, recolhendo cada fragmento de e-mail, cada linha dos textos do blog, cada atualização de status do Facebook.
Sempre um passo atrás da verdade, ela descobre um lado de Amelia que nunca imaginaria que existisse.
Este impressionante romance de estreia vai além de uma história sobre segredos e mentiras. Narra a busca de uma mãe tentando reunir cada detalhe possível para reivindicar a memória da filha que não pôde salvar.

Um livro que só pela sua sinopse me fez coloca-lo no topo de livros que tenho para ler e que quero que todas as minhas amigas leiam para eu poder discuti-lo mais a fundo! E é, infelizmente (ou felizmente?), uma das últimas aquisições da Bienal de SP que faltava para ler.

15 de out de 2014

Wishlist: Por que eu moro no Brasil?

Volta e meia eu assisto alguns vlogs e blogs gringos a respeito de livros e acabo descobrindo livros que parecem ser maravilhosos, mas, infelizmente, não foram lançados no Brasil e é nesses momentos que eu me pergunto Por que eu moro no Brasil?


1.Whistling Past the Graveyard - Susan Crandall
O verão de 1963 começa como qualquer outro para, Starla Claudelle, 9 anos. Filha de pais adolescentes no Mississippi, Starla está sendo criada pela rigoroso avó paterna, Mamie, cujo pior medo é que Starla seja como a mãe. Starla não viu sua mãe desde que quando tinha três anos, mas está convencida de que ela mantenha sua promessa de levar Starla e seu pai para Nashville, onde espera se tornar uma cantora famosa - e que um dia sua família se estará completa.

Quando Starla está de castigo no 4 de Julho, ela foge para ver o desfile. Depois de ser pega, o medo de Starla que Mamie vai tornar ameaças em realidade e mandá-la para escola reformatória, a faz a entrar em pânico e fugir de casa. Uma vez no interior, uma mulher negra, Eula, que está viajando com um bebê branco, a oferece uma carona. Ela aceita alegremente, com o objetivo final de chegar a sua mãe em Nashville.

Enquanto as duas companheiras improváveis ​​fazem longa e às vezes perigosa viagens, Starla descobre para as duras realidades da segregação do sul de 1963. Enquanto conversa com Eula, reconecta-se com seus pais e se encontra uma série de desventuras surpreendentes, Starla aprende a se libertar de sonhos de longa data e percebe família é composta por quem vai sacrificar tudo por você, não importa se ligados pelo sangue ou pelo coração.


2. I'll Meet You There - Heather Demetrios

Se Skylar Evans, 17 anos, fosse uma típica garota de Creek View, seu futuro envolveria um trailer largura dupla, um bebê no colo e um emprego no Taco Bell. Mas depois da formatura, a única coisa entre a Skyler certinha e a escola de arte são três meses de verão de salário minimo. Skylar pode sentir o gosto da liberdade - isso é, até a sua mãe dela perder o emprego e tudo começar a cair. Dividida entre os seus sonhos e as pessoas que ela ama, Skylar percebe tudo que ela trabalhou está em jogo.
Josh Mitchell, 19 anos, tem uma passagem de saída de Creek View diferente: a Marinha. Mas depois que sua perna foi explodida no Afeganistão, ele volta para casa, uma concha do garoto presunçoso que ele costumava ser.
O que junta Josh e Skylar é o trabalho em Paradise - um motel na saída da velha Rodovia 99. Mesmo com a diferença delas, seu isolamento compartilhado se transforma em uma inesperada amizade e algo mais profundo em breve.



3. Falling Into Place -Amy Zhang

No dia em que Liz Emerson tenta morrer, tinham revisto leis do movimento de Newton nas aulas de física. Então, depois da escola, ela colocá-los em prática, executando seu Mercedes para fora da estrada.

Por quê? Por que Liz Emerson decidiu que o mundo seria melhor sem ela? Por que ela desistiu? Contada por um narrador inesperado e surpreendente, esta história desoladora e não linear novos junta os pedaços da vida curta e devastadora de uma das meninas mais populares do Meridian High. Massa, aceleração, momento, força - Liz não entende de física, e até mesmo como seu Mercedes arremessado contra uma a árvore, ela não entende isso agora. Como podemos impactar o outro? Como nossas ações repercutem? O que significa ser um amigo? Para amar alguém? Para ser uma filha? Ou uma mãe? A vida é realmente mais do que causa e efeito?



4. I Was Here - Gayle Forman (lançamento em 2015)


Quando sua melhor amiga Meg bebe uma garrafa de produto de limpeza industrial sozinha em um quarto de motel, Cody fica compreensivelmente chocada e devastada. Ela e Meg compartilhavam tudo, então, como não houve aviso? Mas quando Cody viaja para a cidade universitária de Meg para arrumar os pertences deixados para trás, ela descobre que há muito que Meg nunca lhe disse. Sobre suas antigos companheiras de quarto, o tipo de pessoa Cody nunca teria conhecido em sua pequena cidade em Washington. Sobre Ben McAllister, o menino com uma guitarra e um sorriso sarcástico, que partiu o coração de Meg. E um arquivo de computador criptografado que Cody não pode abrir, até que ela faz, e que, de repente, tudo Cody achava que sabia sobre a morte de sua melhor amiga é jogado para cima.




5. The Silent Sister - Diane Chamberlain


Em Silent Sister, Riley MacPherson passou a sua vida inteira acreditando que a sua irmã mais velha, Lisa, cometeu um suicídio quando adolescente. Agora, vinte anos depois, o pai dela morreu e ela está em New Bern, Carolina do Noite, limpando a casa dela, quando ela descobre uma evidência que prova o contrário. Lisa está viva. Viva e vivendo com uma nova identidade. Mas por que exatamente ela estava fugindo todos esses anos, e quais são segredos guardados até agora? Enquanto Riley trabalha para descobrir a verdade, suas descobertas vão coloca-la em questionamento sobre tudo que ela pensava saber sobre sua família. Riley precisa decidir quais coisas do passado significa para elano presente e o que ela vai fazer a realidade recém descoberta.






6. The Last Time We Say Goodbye - Cynthia Hand (lançamento em 2015)


A última vez que Lex estava feliz, foi antes. Quando ela tinha família que era completa. Um namorado que ela amava. Amigos que não a olham como se ela pudesse entrar em colapso a qualquer momento.

Agora ela só é a garota que o irmão se matou. E parece que isso vai ser tudo o que ela será.

Enquanto Lex começa a retomar sua vida, ela tenta bloquear o que aconteceu na noite que Tyler morreu. Mas existe um segredo que ela não contou a ninguém - uma mensagem que Tyler mandou e que poderia ter mudado tudo.

O irmão de Lex está morto. Mas Lex está para descobrir que uma fantasma não precisa ser real para impedi-la de seguir em frente.


obs: eu que traduzi as sinopses, então desculpe qualquer erro. 

9 de out de 2014

Resenha: A Bandeja - Lycia Barros




A Bandeja conta a história de Angelina, jovem de 19 anos, que ao entrar para a universidade, inicia um apaixonado envolvimento amoroso com um de seus professores, Alderico - mais conhecido por Rico. Por conta de toda a avassaladora e descontrolada paixão que envolve esse relacionamento, Angelina começa a viver somente para Rico, colocando seus estudos, seus amigos, sua família, sua religião e até mesmo a si própria em segundo plano. Angelina é evangélica por tradição familiar e não exatamente por convicção religiosa. Porém, inesperadamente, tem um estranho sonho, cujas revelações possuem um forte e marcante significado, que ela somente conseguirá compreenderá mais tarde. Quando, no momento certo, a grande verdade lhe é revelada, ela finalmente compreende o que significa o amor de Deus em sua vida.

O livro foi uma das minhas aquisições na Bienal de SP e me interessei pela obra por ser uma ficção nacional publicada pela Arqueiro, o que, para mim, é uma novidade. Para completar, conheci a autora no estande da editora e ela é uma fofa!

[Cuidado! A resenha abaixo pode conter spoilers!]


30 de set de 2014

Resenha: Eleanor & Park, de Rainbow Rowell


Um livro indicado por John Green deve ter algo de especial, foi exatamente isso que eu pensei ao ver o enorme poster do livro no estande da Novo Século na Bienal de São Paulo. E se ele fala que o livro faz você pensar como é tá apaixonado por um alguém e por um livro, esse livro realmente deve ser algo especial.

E foi pensando assim que eu comecei a ler Eleanor & Park.
[A resenha pode conter spoilers!]

24 de set de 2014

Rede sociais para os leitores!


De uns anos para cá, as redes sociais vem crescendo rapidamente, tornando uma parte da vida das pessoas de alguma forma, e, pensando nisso, foi sendo criado rede social para todos os públicos, incluindo para quem gosta de ler.

As principais redes sociais para os leitores são:

1. Skoob


Considerada a maior rede social de livros no Brasil, você cria sua estante, com os livros que você deseja, tem e está lendo. Fácil de utilizar, você pode se conectar via facebook ou fazer um cadastro no facebook.

O diferencial da rede é os sorteios de livros que sempre estão acontecendo!

E eu particularmente adoro as postagens na página do Facebook da rede social.

2. Orelha de Livro

Conheci o Orelha de Livro quando estava passeando pelo o Literatortura.

Comparado ao Skoob, a rede social é bem menos conhecida, no entanto, bem mais fácil de utilizar. Começando no cadastro, que é só necessário o facebook e pronto, você pode começar a fazer sua estante virtual. A pesquisa de livros também é bem mais clean, o que facilita sair marcando todos os livros de determinado autor, por exemplo.

Além disso, existe um espaço para os blogs especializados em livros, o que conta a favor da rede.

3. Goodreads


A primeira rede social voltada para o leitor, a Goodreads seria a melhor rede social caso tivesse uma versão de todo o seu conteúdo em português. Mesmo a língua inglesa ser entendida por muitos brasileiros, todos os título também estão em inglês, sendo esse um fator que dificulta a formação da estante, pois temos que procurar os títulos pelo o original e caso a tradução do original para o nacional não seja tão óbvia (por exemplo: The Fault In Our Stars-> A Culpa é das Estrelas), é necessário dar uma pesquisada no amigo Google antes de marcar.

Pontos positivos: podemos conhecer as obras daquele autor que gostamos bastante que não foram publicadas no Brasil, receber emails de novidades dos nossos favoritos e acompanhar facilmente a estante dos nossos amigos.

18 de set de 2014

Taylor Swift Book Tag!


A Taylor Swift Book Tag foi criado pela TheBookLife, um desafio que você escolhe 10 livros ou séries que tem como referências certas músicas da artista (a Katytastic acrescentou 2 músicas, mas fiz o original) ao desafio e eu topei fazer sem ninguém me desafiar depois de assistir vídeo da Melina Souza.


14 de set de 2014

Quarteto de Noivas: Bem Casados, de Nora Roberts. (Resenha)


Meu ponto fraco é livros românticos, qualquer que seja, e depois que eu conheci a Nora Roberts, essa característica minha aumentou ainda mais. Ainda não tem um livro dela que ao terminar a leitura, pensar que aquele livro é ruim, claro, existe os bons e existe aqueles que são mais clichês.

Quarteto de Noivas é a nova série da autora que está sendo publicada aqui no Brasil pela editora Arqueiro. Conta a história de 4 amigas de infância, Mac, Emma, Laurel e Parker, que tem uma empresa de organização de casamentos, a Votos, realizando o sonho do casamento perfeito para muitos casais, mas que não conseguem ter sua própria história amorosa. O primeiro livro foi Álbum de Casamento, seguido por Mar de Rosas e o recém lançado, Bem Casados.


[ALERTA: a resenha a seguir pode conter spoilers!]

12 de set de 2014

5 adaptações para o cinema que você não pode perder em 2014!


Já estamos em setembro, falta um pouco menos de 3 meses para 2015 chegar, mas isso não significa que todas as adaptações de livros para os cinemas já estrearam!

Confira só!

9 de set de 2014

Indicação: A Descoberta Das Bruxas, de Deborah Harkness

Título: A Descoberta das Bruxas
Autor: Deborah Harkness
Editora: Rocco
Sinopse: A respeitada pesquisadora Diana Bishop passou a vida tentando negar a sua verdadeira identidade. Filha única de pais bruxos, ela se torna órfã aos sete anos e passa a rejeitar as suas habilidades mágicas, determinada a se parecer o máximo possível com os humanos. Quando descobre acidentalmente um misterioso manuscrito escondido há séculos, Diana traz à tona um mundo sobrenatural aterrador, com uma horda de demônios, vampiros e bruxas. A partir daí, a aventura de Diana por 1.500 anos de histórias está apenas começando.







Li esse livro logo quando lançou aqui no Brasil, pensei que seria mais um livro de ficção fantástica que iria ler, mas me enganei. Apaixonei pela a história, pelos seres fantásticos, pois são retratados de modo diferente do comum e fala brevemente sobre As Bruxas de Salem e eu fascinada por histórias dessa epoca. Os personagens são bons, o romance que acontece também é bom. Indico a todos lerem. Ele é o primeiro de uma trilogia, o segundo livro é o Sombras da Noite, que infelizmente ainda não li, e o último é Além da Vida, que, de acordo com a Rocco, está previsto para lançar em 2015!

6 de set de 2014

Assassinos do Cartão Postal, de James Patterson & Liza Marklund (Resenha)


Nome: Assassinos do Cartão Postal
Autor: James Pattersson & Liza Marklund
Editora: Arqueiro
Sinopse: Jacob Kanon, um detetive da divisão de homicídios do Departamento de Polícia de Nova York, está muito longe de casa. Em sua longa viagem, já conheceu as mais belas cidades da Europa. No entanto, não é a paisagem que o atrai. Para ele, cada café, catedral ou museu é uma pista dos assassinos de sua filha.
A filha de Jacob, Kimmy, é apenas uma peça de um doentio e intricado quebra-cabeças. Amsterdã, Copenhague, Madri, Paris... Em toda a Europa, jovens casais são encontrados mortos com a garganta cortada. Os assassinatos não parecem ter qualquer conexão, além de cartões-postais enviados para os jornais locais dias antes da descoberta de cada crime.
Numa tentativa de salvar as próximas vítimas, Jacob vai se unir à jornalista Dessie Larsson, que acaba de receber um cartão-postal em Estocolmo. O que eles não imaginam é que os crimes têm um propósito bem diferente do que pensavam.
Faz quase 1 ano que eu não leio um romance policial, e o que é melhor voltar a ler esse gênero senão com um livro dos melhores autores da atualidade (na opinião de muitas pessoas)?

4 de set de 2014

(Atualizado) A adaptação para os cinemas do livro "O Melhor de Mim" de Nicholas Sparks ganha um novo trailer!


A adaptação do livro O Melhor de Mim de Nicholas Sparks (publicado no Brasil pela editora Arqueiro) ganhou um novo trailer!

O filme com data de estreia 30 de outubro aqui no Brasil tem como casal protagonista estrelado por James Marsden (X Men: Dias de um Futuro Esquecido) e Michelle Monaghan (Missão Impossível 3).

O trailer é apresentado pela banda country Lady Antebellum, que fará parte da trilha sonora com a música I Did With You.
Confira o trailer (que infelizmente não tem legenda) abaixo:



Confira também a sinopse do livro:
Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.

Você vai perder esse filme? Porque eu com certeza não vou!

[ATUALIZAÇÃO]

A Paris Filmes divulgou o trailer legendado!


31 de ago de 2014

Wishlist: O Doador de Memórias, de Louis Lowry

Título: O Doador de Memórias
Autor: Louis Lowry
Editora: Arqueiro
Sinopse: Mais de 11 milhões de livros vendidos no mundo. Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína. Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente – o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente.

Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo.


OK, não vou mentir: me interessei por esse livro depois que eu vi que seria transformado em filme, pois pensei "Já que foi adaptado para o cinema, deve ser um ótimo livro." Então eu vi que a Taylor Swift estaria no filme (eu simplesmente sou fã da T.S., é uma longa história de identificação com as músicas dela), daí eu decidi: definitivamente lerei esse livro. 

29 de ago de 2014

Indicação: Érica, de Larissa Barros Leal.

Título: Érica
Autor: Larissa Barros Leal
Editora: Novo Século
Onde encontrar: Saraiva
Sinopse: Moscou. Dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos.
Cairo. Uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha, arquitetada por integrantes da Ordem das Doze Tribos de Israel.
Washington. Na sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais.
Pequim. Um filho procura o pai, há meses desaparecido.
Fortaleza. Em uma triste manhã, Érica encontra seus pais mortos...
Nessa incrível trama, todas essas histórias se entrelaçam de forma impressionante. E somente Érica, que acaba de descobrir que foi incluída em uma lista negra da Ordem das Doze Tribos de Israel, poderá impedir uma grande desgraça planejada por judeus fundamentalistas, prestes a atingir a todos.



Não é só porque eu conheço a autora que eu tenho uma afeição a esse livro nem porque eu lembro dela escrevendo-o, mas porque ele te encanta de diversas formas. A personagem principal, Érica, é uma garota forte e sem dúvida um exemplo de determinação, só lendo você pode entender o que quero dizer.