15 de out de 2014

Wishlist: Por que eu moro no Brasil?

Volta e meia eu assisto alguns vlogs e blogs gringos a respeito de livros e acabo descobrindo livros que parecem ser maravilhosos, mas, infelizmente, não foram lançados no Brasil e é nesses momentos que eu me pergunto Por que eu moro no Brasil?


1.Whistling Past the Graveyard - Susan Crandall
O verão de 1963 começa como qualquer outro para, Starla Claudelle, 9 anos. Filha de pais adolescentes no Mississippi, Starla está sendo criada pela rigoroso avó paterna, Mamie, cujo pior medo é que Starla seja como a mãe. Starla não viu sua mãe desde que quando tinha três anos, mas está convencida de que ela mantenha sua promessa de levar Starla e seu pai para Nashville, onde espera se tornar uma cantora famosa - e que um dia sua família se estará completa.

Quando Starla está de castigo no 4 de Julho, ela foge para ver o desfile. Depois de ser pega, o medo de Starla que Mamie vai tornar ameaças em realidade e mandá-la para escola reformatória, a faz a entrar em pânico e fugir de casa. Uma vez no interior, uma mulher negra, Eula, que está viajando com um bebê branco, a oferece uma carona. Ela aceita alegremente, com o objetivo final de chegar a sua mãe em Nashville.

Enquanto as duas companheiras improváveis ​​fazem longa e às vezes perigosa viagens, Starla descobre para as duras realidades da segregação do sul de 1963. Enquanto conversa com Eula, reconecta-se com seus pais e se encontra uma série de desventuras surpreendentes, Starla aprende a se libertar de sonhos de longa data e percebe família é composta por quem vai sacrificar tudo por você, não importa se ligados pelo sangue ou pelo coração.


2. I'll Meet You There - Heather Demetrios

Se Skylar Evans, 17 anos, fosse uma típica garota de Creek View, seu futuro envolveria um trailer largura dupla, um bebê no colo e um emprego no Taco Bell. Mas depois da formatura, a única coisa entre a Skyler certinha e a escola de arte são três meses de verão de salário minimo. Skylar pode sentir o gosto da liberdade - isso é, até a sua mãe dela perder o emprego e tudo começar a cair. Dividida entre os seus sonhos e as pessoas que ela ama, Skylar percebe tudo que ela trabalhou está em jogo.
Josh Mitchell, 19 anos, tem uma passagem de saída de Creek View diferente: a Marinha. Mas depois que sua perna foi explodida no Afeganistão, ele volta para casa, uma concha do garoto presunçoso que ele costumava ser.
O que junta Josh e Skylar é o trabalho em Paradise - um motel na saída da velha Rodovia 99. Mesmo com a diferença delas, seu isolamento compartilhado se transforma em uma inesperada amizade e algo mais profundo em breve.



3. Falling Into Place -Amy Zhang

No dia em que Liz Emerson tenta morrer, tinham revisto leis do movimento de Newton nas aulas de física. Então, depois da escola, ela colocá-los em prática, executando seu Mercedes para fora da estrada.

Por quê? Por que Liz Emerson decidiu que o mundo seria melhor sem ela? Por que ela desistiu? Contada por um narrador inesperado e surpreendente, esta história desoladora e não linear novos junta os pedaços da vida curta e devastadora de uma das meninas mais populares do Meridian High. Massa, aceleração, momento, força - Liz não entende de física, e até mesmo como seu Mercedes arremessado contra uma a árvore, ela não entende isso agora. Como podemos impactar o outro? Como nossas ações repercutem? O que significa ser um amigo? Para amar alguém? Para ser uma filha? Ou uma mãe? A vida é realmente mais do que causa e efeito?



4. I Was Here - Gayle Forman (lançamento em 2015)


Quando sua melhor amiga Meg bebe uma garrafa de produto de limpeza industrial sozinha em um quarto de motel, Cody fica compreensivelmente chocada e devastada. Ela e Meg compartilhavam tudo, então, como não houve aviso? Mas quando Cody viaja para a cidade universitária de Meg para arrumar os pertences deixados para trás, ela descobre que há muito que Meg nunca lhe disse. Sobre suas antigos companheiras de quarto, o tipo de pessoa Cody nunca teria conhecido em sua pequena cidade em Washington. Sobre Ben McAllister, o menino com uma guitarra e um sorriso sarcástico, que partiu o coração de Meg. E um arquivo de computador criptografado que Cody não pode abrir, até que ela faz, e que, de repente, tudo Cody achava que sabia sobre a morte de sua melhor amiga é jogado para cima.




5. The Silent Sister - Diane Chamberlain


Em Silent Sister, Riley MacPherson passou a sua vida inteira acreditando que a sua irmã mais velha, Lisa, cometeu um suicídio quando adolescente. Agora, vinte anos depois, o pai dela morreu e ela está em New Bern, Carolina do Noite, limpando a casa dela, quando ela descobre uma evidência que prova o contrário. Lisa está viva. Viva e vivendo com uma nova identidade. Mas por que exatamente ela estava fugindo todos esses anos, e quais são segredos guardados até agora? Enquanto Riley trabalha para descobrir a verdade, suas descobertas vão coloca-la em questionamento sobre tudo que ela pensava saber sobre sua família. Riley precisa decidir quais coisas do passado significa para elano presente e o que ela vai fazer a realidade recém descoberta.






6. The Last Time We Say Goodbye - Cynthia Hand (lançamento em 2015)


A última vez que Lex estava feliz, foi antes. Quando ela tinha família que era completa. Um namorado que ela amava. Amigos que não a olham como se ela pudesse entrar em colapso a qualquer momento.

Agora ela só é a garota que o irmão se matou. E parece que isso vai ser tudo o que ela será.

Enquanto Lex começa a retomar sua vida, ela tenta bloquear o que aconteceu na noite que Tyler morreu. Mas existe um segredo que ela não contou a ninguém - uma mensagem que Tyler mandou e que poderia ter mudado tudo.

O irmão de Lex está morto. Mas Lex está para descobrir que uma fantasma não precisa ser real para impedi-la de seguir em frente.


obs: eu que traduzi as sinopses, então desculpe qualquer erro. 

9 comentários:

  1. Adorei a sinopse desse último livro, me deu muita vontade de ler!

    Te vi lá no ORGblog e resolvi vir aqui fazer uma visita :) adorei o nome do seu blog e esse layout, tá muito amor! Estou te seguindo.

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! E eu tenho que falar que o título "A última vez que nós dizemos adeus" só fez minha curiosidade crescer!

      Que bom que você gostou!

      Excluir
  2. Super te entendo. Decidi treinar mais meu inglês bem "meia-boca" para poder ler títulos gringos que me interesso por ebook (e torcer fervorosamente para que sejam lançados aqui no Brasil também).

    xx,
    Julie
    feitasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li ebooks em inglês, mas prefiro livro físico se ele for gringo, pois se eu esbarrar em alguma palavra que não conheço, eu marco a palavra, e eu acho fazer isso meio chatinho no ebook (principalmente porque leio eles no celular)

      Excluir
  3. Nem me fale!
    Até leio em inglês, mas é tipo um século para acabar um livro. ahuahauha
    Fico me corroendo por causa desses livros de fora. Fiz uma postagem parecida com essa sua um tempo atrás e acabei de perceber que meu amor mesmo são as distopias e sobrenaturais, já que só tinha isso na minha lista. kkkk
    Desses que você colocou eu gamei na ideia de Falling into place.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não demoro tanto para ler inglês porque eu treino bastante pela internet. Eu gosto bastante de distopias, mas não achei nenhuma o interessante o suficiente para colocar no post (estava procurando no GoodReaders)
      beijos!

      Excluir
  4. Oie, tudo bom?
    Realmente é um saco ver tantos livros bons que ainda não foram lançados por aqui. Eu fiquei doida para ler o primeiro livro que você indicou, pois ele parece ter uma narrativa reflexiva e interessante. Outra sinopse que chamou minha atenção foi da autora Gayle Forman, mas acredito que a Novo Conceito vai lançar aqui no Brasil.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, livros que podem ser bestsellers aqui no Brasil, mas as editoras não compram o direito de publicar aqui ):
      Em relação ao primeiro, eu acho que deve refletir bastante a situação preconceituosa da época.
      E eu espero que a NC lance mesmo! (cruzando os dedos)
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Carol, tudo bem? Cheguei aqui pelo Algumas Noites. Adorei seu blog e a sua forma de escrever.

    Bjo

    ResponderExcluir

Deixe um comentário e faça um blogueiro feliz!