10 de set de 2015

Tirando a poeira dos livros.

Eu fiquei surpresa quando vi que minha última postagem aqui foi em Janeiro desse ano, pensei que tinha sido a menos tempo assim. Tanta coisa mudou.
Comecei a faculdade, estou no segundo semestre e já estou estagiando.
O último livro que comprei foi em (pasmem) julho, pois o meu dinheiro está sendo economizado para comprar as doutrinas de Direito e os códigos.
A meta de 36 livros baixou para 24 e tenho certeza que eu não vou conseguir, afinal só li seis livros até agora e não tenho tempo para ler mais.
De livros guardados em gavetas e uma pilha escondida pela casa, eu doei alguns, estou pensando revender outros e estou ganhando uma estante todinha para mim e meus livros, seja da faculdade, seja de amor a leitura.
Completei mais um ano de vida e com isso mais responsabilidades e esse meu xodó, não sei se estou falando dos livros ou do blog, irá virar mais uma delas (obrigada Maria Clara por sugerir o meu retorno!).
Agora só me resta mais poucos meses do ano para ler 18 livros e conseguir minha meta de leitura renovada, atualizar o desafio do tigre, rever todas as minhas leituras feitas até então, tirar a poeira dos livros e criar uma rotina entre todas as minhas responsabilidades e minha paixão por livros para eu conseguir colocar o CwL para frente.
Espero conseguir voltar com todo vapor, no máximo, no inicio do próximo mês, até lá dá tempo de cuidar desse espaço meu que tem um lugar especial no meu coração!

Com muito amor e um desejo de cappuccino quente,
Carol Medeiros.

5 de jan de 2015

Desafio literário do tigre 2015!




Em 2014 eu não participei de nenhum desafio literário por causa do terceiro ano, mas agora vou começar a universidade (aee /o) e procurei um desafio literário que se encaixe mais no meu gosto e foi aí que eu encontrei o Desafio Literário do Trigre 2015 criado pela Tati, do Elvis Costello Gritou o Meu Nome!


Ainda não selecionei os livros que farão parte do desafio, acho que escolherei ao longo do ano! Enquanto ele for realizado, postarei as resenhas no blog com a tag #DSdotigre2015! Não deixe de conferir!

Já no Goodreads eu estabeleci a meta de 36 livros ao longo do ano!

E você, estabeleceu alguma meta ou entrou em algum desafio literário para 2015?

31 de dez de 2014

Resenha: Felizes para sempre, de Nora Roberts. (Quarteto de Noivas #4)

Sinopse: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira seu mundo de cabeça para baixo. Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação. Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?

Como posso descrever a satisfação de terminar uma série que eu gostei tanto de ler e esperei cada livro ser lançado com tanta expectativa e tal sentimento ter valido a pensa ao terminar um? Foi exatamente isso que pensei quando fechei Felizes para sempre. 

Antes da resenha começar, posso comentar como sou apaixonada pelas capas da série na versão americana?




[A resenha abaixo pode conter spoilers!]

15 de dez de 2014

Projeto Releitura #1: Trilogia dos Sonhos, Nora Roberts.

Esse é o primeiro post de uma das minhas metas para o verão! E eu escolhi essa trilogia da Nora Roberts, pois ela foi a primeira que eu li da autora e sem dúvida alguma é uma das minha favoritas!

Infelizmente, a Trilogia dos Sonhos é antiga e edição mais recente foi publicada pela Bertrand Brasil em 1999 e eu particularmente acho as capas bem feias.



  • Livro 01 - Um Sonho de Amor
De longe, esse é o meu livro favorito. Ele conta a história de Margo Sullivan, filha da governanta dos Templetons - uma família dona de uma famosa rede de hotel que recebe o mesmo nome - mas foi criada como filha deles ao lado de Kate e Laura e as três se tornam melhores amigas. Margo não queria ser só a filha da empregada e decide sair de casa aos 18 anos no dia do casamento de Laura, que tem a mesma idade, para Hollywood e se tornar modelo.
Mas ela volta para Monterey, a cidade que crescera, depois de um escândalo envolvendo seu agente, com a sua reputação de top model internacional acabada e tendo apenas o orgulho.
E enquanto Margo tenta sair do buraco que foi metida, um romance com Josh Templeton, irmã de Laura, começa a acontecer e a vida de Laura sofre uma reviravolta.


  • Livro 02 - Um Sonho de Vida
O segundo livro da trilogia narra a história de Kate Powell, parente dos Templetons que ficou órfã na infância e criada pela família como uma filha.
Kate seguiu um caminho bem diferente das duas melhores amigas, foi para a faculdade e se tornou uma contadora. Entretanto, quando esperava uma grande mudança em sua vida profissional, ela descobriu a verdade sobre seu pai, que também foi contador, e também é acusada erradamente de roubo. E é aí que Byron De Witt, o gerente do Templeton Resort de Monterey, aparece, virando a sua vida de cabeça para baixo.
Tão intenso quanto o primeiro livro da trilogia, Um Sonho de Vida é uma leitura que flui rapidamente e nos deixa tão submersa no mundo dos personagens que é como se vivêssemos com eles.


  • Livro 03 - Um Sonho de Esperança
Em Um Sonho de Amor vimos Laura Templeton se casar e o que motivou o divórcio dela, já em Um Sonho de Vida podemos perceber como a Templeton está lidando com a sua nova situação e mudando totalmente sua rotina para que quando chegássemos em Um Sonho de Esperança podemos descobrir todas as aflições que passa na cabeça de Laura e seus sentimentos a respeito de tudo também, principalmente depois da chegada de Michael Fury na sua residência para passar uma temporada.
Laura e Michael são os opostos e é isso o mais envolvente na história dos dois! Eu queria poder falar mais, mas eu não quero estragar nada caso alguem decida ler a história.
Esse livro não é chato como muitos terceiros livros de trilogias, a intensidade presente nos dois primeiros continua presente nele!
Obs: Ao longo da história, a lenda de Seraphina é abordada e as três mulheres buscam o dote da jovem espanhola. Uma moeda do dote aparece para Kate e Margo em um momento decisivo da vida delas. Mas por que Laura não encontra uma moeda? Essa pergunta é respondida em um momento do livro incrível!


Eu li essa trilogia no meu LEV, em breve farei uma resenha sobre ele!

2 de dez de 2014

5 metas para o verão!

O verão está batendo na porta e com ele muitas metas foram estabelecidas, principalmente depois de um ano como foi o meu: somente de estudos. Deixei de fazer tantas coisas que agora eu necessito focar em mim (e nas minhas leituras)!

OK, OK, eu sei que o verão só começa em dezembro, mas para mim, ele vai começar oficialmente depois do meu último vestibular (6 de dezembro, eu te espero fielmente)!

1. Projeto releitura!
Ao longo do ano eu abandonei tantos livros em prol de outros que eu percebi que tenho que parar de enrolação e ler eles! E ainda quero reler alguns dos meus favoritos que não são tão conhecidos para os leitores em geral e resenha-los aqui no blog

  • Morte Súbita, de JK Rowling. (Já comecei três vezes e não prendeu minha atenção!)
  • Setembro de 63, de Stephen King. (Pedi tanto para ganhar ele, mas quando ganho, enrolo tanto para lê-lo, pois ele é muito pesado para ser carregado!)
  • Um Dia
  • Teorema de Katherine, de John Green. (Me alertaram que eu nao ia abandonar, mas a minha teimosia foi maior e eu comprei, agora terei que le-lo)
  • A Descoberta das Bruxas, de Deborah Harkness (em uma das minhas postagens, comentei sobre um dos meu livros favorito , e sinto que ele precisa de uma resenha aqui no blog)
  • 19 minutos, de (Fico surpresa por esse livro não ser tão conhecida, pois ele é tão reflexivo e tocante)
  • O Oficial de Casamento, de Anthony Cappella. (Inicialmente, ele não ia entrar no projeto, mas quando vi que a sua página no skoob quase não tinha ninguém, meu amor por essa história falou mais alto!)
  • Trilogias da Nora Roberts.
2. Fechando a boca!
 Quando o 3º ano começou eu pensei: no verão vou aprender a cozinhar! Mas agora, perto do fim, percebi que ganhei alguns quilos a mais e eles necessitam sair desse corpo que não eles pertencem!

Essa meta é a que mais avançou, pois já entrei na academia (exercício é essencial nessa fase do ano para caber numa roupa aceitável nas festas de fim de ano e chegar no Carnaval com o corpo ideal) e a nutricionista está marcada!

Chocolates, bye bye! Hello, alface! eca


3. Maratona de séries!
Meu amor por séries é tão grande que não consigo abandona-las! E a minha meta dessas férias é maratonar todas as séries que abandonei ao longo ano *cof cof Doctor Who cof cof*  e algumas outras que estão finalizadas e ainda não assisti.

  • Doctor Who. (Não consigo gostar da companion atual e meu amor por Matt me impediu de aceitar o Peter até dois meses atras, mas então veio o enem...)
  • One Tree Hill (Estou quase na metade dela <3)
  • Bewitched (ou popularmente conhecida como A Feiticeira e também planejo traduzir as legendas dela)
  • Privatice Practice (só falta essa série para eu abrir a boca e falar que assisti todas da Shonda)

4. Summer Tag!
Pensando em vocês, estarei com a Summer Tag porque férias também significa ficar dentro de casa por causa do calor lá fora e é nesse momento que entra as maravilhas da televisão!

Vai ser uma coletanea de posts a respeito de dicas de séries, filmes e muito mais! Aguardem!

5. DIVERSÃO!
Depois de passar quase o ano todo dentro de casa estudando para vestibular, está na hora de eu sair de casa e viver! E claro, ler livros para sempre ter o blog atualizado!

22 de nov de 2014

Resenha: As Sete Irmãs, de Lucinda Riley.

Título: As Sete Irmãs
Autor: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Meus dedos tocaram a selenita em meu colar. Tudo o que podia imaginar era que ele foi mandando comigo, como uma espécie de recordação, talvez por minha mãe, quando Pa Salt me adotou. Ele dissera, quando me deu o presente, que havia uma história interessante pode trás daquela joia... Ele esperava que eu perguntasse. E eu desejava com todo o coração, naquele momento, ter perguntado. Agora que Maia e suas irmãs perderam o pai, cada uma delas tem em suas mãos a decisão de buscar ou não a verdade sobre sua família biológica. Maia não resiste ao chamado do passado e é atraída até o Rio de Janeiro, onde, auxiliada pelo escritor Floriano, irá mergulhar em uma história quase centenária. Nos anos 20, uma paixão devastadora entre uma aristocrata brasileira e um escultor francês é sufocada pelas convenções sociais. Uma pequena placa de pedra-sabão eternizou o amor de Izabela e Laurent, selando o destino de Maia. A escritora best-seller Lucinda Riley mergulhou na cultura e na história do nosso país para conhecer de perto os mitos e verdades sobre a construção de um dos mais emblemáticos monumentos à nossa fé: o Cristo Redentor. O resultado dessa experiência é uma trama surpreendente e sensual, recheada de elementos exóticos. A partir do momento em que, junto com Maia, aterrissamos no Rio de Janeiro, não vamos nos separar dela enquanto não decifrarmos os segredos de seu passado. E esse é apenas o começo da viagem.

As Sete Irmãs é o primeiro livro de uma série, que terá o mesmo nome, da escritora Lucinda Riley, que tem diversos livros publicados nas gringas, mas que só chegou ao Brasil há alguns anos. Conhecida por seus best sellers de chick lit, Riley quebra todas as expectativas com As Sete Irmãs.

12 de nov de 2014

The Book Sick Tag!


Definitivamente, não tinha tradução alguma que para o título desse tag que não fizesse lembrar de lenços, remédios e dores no corpo.
Quando estou doente, não importa qual seja essa doença, vejo essa a oportunidade perfeita para colocar as minhas leituras em dia!
The Book Sick Tag foi criada pela vlogger sarawithnh e você tem que dizer uma lista de 10 livros ou série que se encaixa na descrição das respectivas doenças.

1. Diabetes: um livro doce, realmente doce.

Bem Casados, de Nora Roberts. Quando vi livro doce eu comecei a pensar em algum romance que envolvesse uma confeiteira e aqui está! Pelas descrições dos bolos que Laurel cria, me dá vontade de fazer uma festa só para ter um bolo assim. E o romance entre ela e Del é tão fofo!
Eu amo ler as obras da Nora e estou adorando acompanhar Quarteto de Noivas, que, por sinal, o último livro - Felizes para Sempre- estreiou agora em Novembro!
E ah, lembra que já resenhei esse livro?


2. Catapora: um livro que você leu uma vez para nunca mais.

Antônia e Suas Filhas, de Marlena de Basi. Tenho que falar, meus impulsos literários já me colocaram em cada cilada, incluindo esses livro. Comprei porque se passava na Itália. Somente por causa disso. Essa minha decisão me fez gastar meses em um livro que não via a hora de terminar para começar outra leitura e eu realmente comemorei quando terminar o livro.

Espero nunca mais seguir minha intuição de amante de algum lugar ou de alguma época e me submeter a tal situação.


3. Gripe: um livro contagioso que se espalhou como um vírus.

Nos últimos meses foi A Culpa é das Estrelas, de John Green. Lembro de quando chegou na biblioteca da minha antiga escola a lista de espera para a cópia dele era enorme e todo o tumblr era Okay?Okay. ou É uma metáfora (coloque aqui a imagem de um cigarro).
Acho que esse livro se tornou mais febre que Crepusculo, pois a literatura com seres sobrenaturais não agrada muitas pessoas e também não houve a clássica briga de fãs.
E a epidemia voltou depois do lançamento do filme.




4. Período menstrual: um livro que você lê frequentemente.
Pode ser uma trilogia? Porque eu sou completamente viciada em ler Trilogia do Sonho, de Nora Roberts. Sendo o primeiro livro, Sonho de Amor, o meu favorito porque simplesmente amo o casal formado nele! Tenho que confessar que uma parte de mim leu os outros dois livros em busca de informações dos dois.

Em 2 anos, aluguei na biblioteca da minha antiga escola umas 5 vezes todos os três e tenho eles em PDF porque ainda não encontrei para comprar! (Bem que a Bertrand poderia relança-los aqui no Brasil porque eu acho essa capa tão feinha)



5. Insônia: um livro que te deixou acordado a noite toda.

Amanhecer, de Stephenie Meyer. Tenho que falar que eu era muito fã da Saga Twilight, tão fã que comprei o último livro na pré venda, fui pegar logo no dia que lançou e comecei a ler 7 horas da noite, dormi por umas 4 horas, e terminei 11 horas da manhã no dia seguinte. E eu não me arrependo dessa noite mal dormida, pois gostei bastante como Meyer escreveu o fim da saga.

(Só nunca entendi porque dividiram o filme, achei o ultimo muito sem sal.)



6. Amnesia: um livro que falhou em deixar uma impressão na sua memória.

Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan. Adoro o Rick, mas quando abordaram alguns fatos da primeira série em Heróis do Olimpio, fiquei "Espera, em qual livro isso acontece?" Então cheguei a conclusão que não lembro de detalhe algum de PJO e terei que reler a séries antes de começar A Casa de Hades.

Mesmo recordando de pouca coisa, acho essa uma série muito boa e é uma pena teve sua adaptação para o cinema foi de baixa qualidade, especialmente o Mar de Monstros.



7. Asma: um livro que te deixou sem fôlego.
A Última Música, de Nicholas Sparks. Um dos primeiros livros do autor que li e simplesmente sou apaixonada pela história, acho a Verônica uma das melhores personagens do Nicholas, pois demonstra mais como é uma garota de verdade, especialmente em uma idade tão complicada como é a da Verônica. E  ainda estou a procura de palavras para descrever Will.

A minha cópia do livro está já muito danificada, pois foram muito empréstimos e lágrimas derramadas em cima dele, mas não me desfaço nem substituto ele de jeito nenhum!



8. Desnutrição: um livro que não alimentou o cérebro.


Beijada por um Anjo, de Elizabeth Chandler. Li somente o primeiro da série e a utopia (posso classifica-lo assim?) não me agradou de modo algum tanto que nem lembro direito do que a história se trata. E pelo o que já vi pela Internet e conversando com pessoas que também leram, tiveram a mesma opinião que a minha, o que me deixa menos mal por não ter detesta-lo ao ponto de não indicar a série para ninguém.
Observação: quantos livros essa série tem? Já vi capas com tantas cores que já perdi a contagem.



9. Doença de viagem: um livro que te levou em jornada no tempo, no espaço ou em um local especifico no mapa.

O Oficial dos Casamentos, de Anthony Cappela. Eu me imaginei como seria a vida na Itália em plena Segunda Guerra e como  seria viver naquela época. Ah, como eu amo a Itália e como amo romances históricos.

Definitivamente eu necessito reler esse livro para resenhar aqui, pois ninguém conhece esse livro (dá para perceber na página dele do skoob) e ele merece ser conhecido e lido por 




obs: Estou ausente do blog, pois os estudos para os vestibulares (aka ENEM) foi intensificado nas últimas semanas. Infelizmente, as postagens voltarão aos poucos, pois ainda tenho outro vestibular no final desse mês.